Agência Central Mídia (Cacoal) – Na tarde de sexta-feira, 1º de setembro, fomos recebidos pelo pastor Sebastião Valadares Neto, 53 anos, o qual falou à nossa reportagem a respeito dos objetivos de sua visita a Cacoal, seu ministério pastoral à frente das Assembleias de Deus Madureira em Rondônia, além de enfatizar que pretende disputar uma vaga à Câmara Federal em 2018 pelo PSC. Ele é casado há 31 anos com Milsolange Pires Valadares, com quem tem uma filha e um filho.

Natural de Santo Agostinho, ES, Pastor Valadares veio para Rondônia ainda criança na companhia de seus pais, estabelecendo-se na cidade de Colorado do Oeste. Em 1987 o hoje pastor converteu-se à fé evangélica e de lá para cá galgou vários postos na hierarquia clerical. Iniciou sua carreira no ministério cristão como Cooperador, depois ascendeu ao Diaconato, foi escolhido Presbítero e finalmente assumiu como Pastor em 1992. Após uma rápida passagem por Fortaleza, CE, ele retornou a Rondônia em 2012, onde assumiu a cadeira de presidente da Convenção das Assembleias de Deus Madureira em Rondônia e Oeste de Mato Grosso.

Apesar de sua intensa rotina como presidente da Convenção em Rondônia, com igrejas espalhadas pelos 52 municípios, o pastor ainda tem tempo para militar na política, seja como um dos líderes do PSC no Estado, seja como político diretamente engajado, chegando a assumir por um tempo o mandato de senador, como um dos suplentes do senador Acir Gurgacz.

Ao falar sobre o declínio moral da maior parte dos políticos brasileiros, o pastor Valadares afirma que não se pode criminalizar toda a política por conta daqueles que não valorizam nem honram a ética e a moralidade. Ele lembra, inclusive, que já exerceu o cargo de senador e honrou a família cristã com uma atuação exemplar. “No Congresso existem políticos que representam vários segmentos da sociedade e vejo que há também a necessidade de nós, os evangélicos, termos nossa representatividade. Eventualmente se um ou outro se desvia do caminho do bem, não podemos desanimar e criminalizar a todos, indistintamente”, afirmou.

No período em que esteve no Senado da República, o Pastor Valadares empenhou-se, sobretudo, em liberar recursos para vários municípios de Rondônia. Sobre sua vinda a Cacoal, Sebastião Valadares diz que seu objetivo é, como presidente da Convenção, ver de perto como estão os preparativos para o grande evento que se realizará na cidade entre os dias 08 a 10 de setembro e se colocar à disposição do presidente da Igreja local, pastor José Ferraz.

Embora sua visita à cidade não tenha nada a ver com política e sim com o evento da CIBE – Congresso das Irmãs Beneficentes da Assembleia de Deus Madureira – o pastor não nega sua intenção de pleitear uma vaga junto aos convencionais para disputar as eleições de 2018. “Pretendo sim, como o apoio do povo cristão evangélico de nosso Estado, disputar uma vaga à Câmara Federal, pois é muito importante que tenhamos uma bancada evangélica atuante para defender valores e princípios nos quais acreditamos”, concluiu.