carroUm homem foi morto e outro esfaqueado no fim da madrugada desta quarta-feira (2) em Ji-Paraná (RO), a cerca de 370 quilômentros de Porto Velho. O caso ocorreu após suspeitos de caminhonete perseguirem dois amigos quando voltavam de uma festa. Eles tentaram fugir para a casa de um deles, mas o local foi invadido por uma dupla que desferiu golpes de faca contra um dos rapazes. O irmão do outro estava no imóvel e também foi atingido. Segundo a Polícia Civil, dois suspeitos foram presos.

Segundo relatos, dois amigos estavam em uma festa em um bar na RO-135, sentido distrito de Nova Londrina. Por volta de 4h30, eles decidiram ir embora e no caminho perceberam que estavam sendo perseguidos por uma caminhonete.

De acordo com a Polícia Militar (PM), uma das vítimas contou que mesmo sendo perseguidos, eles foram para casa. “Ao chegarem em casa, o carro também encostou. Os homens invadiram o local. Na casa, estava outro rapaz, o irmão de uma das vítimas da peseguição”, relatou o cabo da PM Emerson Correia.

Um dos homens que foram perseguidos tentou pegar um extintor de incêndio para se defender em um comércio, que fica localizado na frente da residência. Mas, enquanto isso, os dois suspeitos conseguiram desferir golpes de faca no irmão e no amigo dele e depois fugiram. O amigo morreu e o irmão sofreu uma perfuração na altura do pulmão. As vítimas foram socorridas e a polícia foi acionada.

De acordo com a Polícia Civil, em contato com as vítimas, os agentes conseguiam descobrir qual era o modelo, cor e detalhes do carro que tinha feito a perseguição. Ao entrar em contato com o proprietário do veículo, ele contou à polícia que o carro estava emprestado para um amigo.

A polícia encontrou o homem com quem o carro estava. Ele contou que teria se envolvido em um acidente e que chegou a brigar com os envolvidos, mas não era o autor do crime. “Entretanto, nós temos imagens que mostram que as vítimas foram perseguidas. Também tiramos fotos deles e levamos a vítima no hospital, que confirmou que um deles o teria esfaqueado e o outro matado o amigo”, relata o policial civil Dorival Luiz. Os dois suspeitos foram presos.

Fonte: G1