tj-roO Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ/RO) condenou, a 14 anos de prisão, os dois homens acusados de matar um mototaxista a tiros no Bairro Bom Sucesso, Zona Rural de Porto Velho. Conforme investigações, o crime teria sido encomendado pela esposa da vítima, que foi presa em maio de 2015 logo após o homícidio. A filha da mulher, de 16 anos, uma irmã e o cunhado também foram investigados por envolvimento no homicídio.

Conforme o TJ, a PM estava fazendo patrulhando pelo bairro quando foi chamada por moradores, que disseram ter ouvido disparos em uma residência. Ao chegar no local, os agentes encontraram a vítima com ferimentos de tiro na coxa direita e outro no tórax. O crime aconteceu quando a vítima dormia.

Os policiais ainda conseguiram perguntar a vítima quem foi o autor dos disparos, mas o homem morreu antes de responder e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegar na casa.

Na época, a mulher foi presa e disse que estava insatisfeita com o relacionamento, pois era agredida constantemente. Por causa disso ela teria planejado a morte do marido. Em junho deste ano a mulher foi condenada pelo TJ há oito anos de prisão.

Fonte: G1