O temporal que atingiu Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, nesta terça-feira (3), causou alguns estragos em casas e também derrubou árvores. Alguns bairros da cidade foram afetados. Porém, os maiores prejuízos foram ocasionados no bairro Aeroporto Velho e Baixa.

O Corpo de Bombeiros recebeu apenas um pedido de ajuda para retirar uma árvore de cima de um carro no Aeroporto Velho. Na Baixa o estrago foi causado a uma casa que teve cerca de 40 telhas foram quebradas.

Uma parte do telhado do Hospital do Juruá em Cruzeiro do Sul também foi arrancado, mas a direção não quis falar sobre o assunto. Limitou a informar que apenas uma telha foi arrancada e em seguida consertada.

José Paiva da Costa vendia salada de fruta em uma barraca em frente ao Hospital do Juruá e tomou um grande susto com o vendaval e a barraca foi parar em cima de uma árvore.

“Foi tudo rápido. O vento veio forte e não deu para proteger nada. Já foi jogando tudo para cima, a barraca foi jogada em cima de um pé de laranja. No vizinho um pé de buritizeiro arrancou o caule e caiu sobre uma caminhonete. Graças a Deus o estrago foi pouco, o susto foi bem maior. Vamos ter que restituir o material estragado”, conta.

Pablo Taumaturgo estava durante a mudança quando foi surpreendido com uma árvore caindo sobre seu carro.

“Foi questão de segundos. Estava mexendo numas tralhas e, inesperadamente, o vento veio e já vi o pé de buriti cair em cima do meu carro. Na parte de trás, arrancou uma árvore. Acredito que terei um prejuízo de cerca de R$ 3 mil para consertar meu carro”, estima.

No bairro da Baixa, a residência da dona de casa Ruth Ferreira Chaves, de 32 anos, teve a cobertura da área arrancada e jogada sobre a casa.

“Era um vento muito forte, que começou a levantar a cobertura da área da frente. Depois arrancou o telhado e virou para cima da casa. Não sei como vai ser passar a noite aqui. A água molhou vários objetos. Um rapaz subiu para contar quantas telhas foram danificadas para a gente tentar consertar o estrago. Ele disse que foram cerca de 40 folhas”, diz.

Fonte: G1