Militares do Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM) realizam desde o início de março uma fiscalização intensa na região do rio Gurijuba, que banha municípios ao Leste do Amapá. Nas primeiras ações, os policiais encontraram ribeirinhos com animais abatidos em embarcações, além de munições e equipamentos para caça de uso irregular.

Entre os animais mortos, foram identificadas quatro capivaras, cinco patos do mato e um jacaré, abatidos sem autorização. Além disso, a polícia apreendeu materiais de pesca e munições em embarcações. Seis pessoas foram detidas em flagrante e devem responder pela prática de crimes ambientais. A carne dos animais caçados foi inutilizada para consumo.

O batalhão acrescentou que as ações no rio Gurijuba têm o objetivo de orientar as populações ribeirinhas sobre o risco da caça e pesca proibidas, que, além da ação repressiva, podem gerar danos ao meio ambiente irreversíveis a longo prazo.
Fonte: G1