Na manhã de terça-feira, 08 de outubro, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Cacoal (Conseg), Edimar Kapiche, participou do evento de lançamento de novas instalações da Delegacia da Mulher em Cacoal e na oportunidade parabenizou a todos os envolvidos nessa importante conquista. Ele também parabenizou a delegada Fabiana May Brandani, responsável pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Em um vídeo que gravou para a comunidade, Kapiche afirmou que agora a DEAM passa a funcionar na Rua Presidente Medici, nº 2005, no bairro Jardim Clodoaldo. “A Delegacia da Mulher agora, com essa nova estrutura, terá condições de dar um apoio melhor à comunidade, especialmente mulheres que estiverem em condições de vulnerabilidade em razão de violência doméstica e outras formas de atentado à sua dignidade”, afirmou.

Diversas autoridades estiveram presentes ao evento, entre as quais a prefeita Glaucione Rodrigues, o presidente da OAB, Subseção Cacoal, Dr. Diógenes Nunes de Almeida, a Delegada Regional, Anita Érica Wessel, a representante da OAB, Mulher Tainá Lopes de Melo, o Diretor de Polícia do Interior, Jeremias Mendes de Souza e da Delegada Geral Adjunta da Polícia Civil, Alessandra Paraguassu, entre outras.
A unidade policial foi instalada em um prédio mais amplo e localizada em região acessível à população. O imóvel foi locado e reformado pela Direção Geral da Polícia Civil obedecendo aos requisitos do acolhimento humanizado e especializado às vítimas mulheres e ainda crianças e idosos. A unidade dispõe de acessibilidade aos portadores de deficiência e idosos, com banheiros em conformidade às suas necessidades.

Uma das novidades da Delegacia é a brinquedoteca (ambiente lúdico) para amparo das crianças e adolescentes em atendimento na unidade, ou aquelas que acompanham as mães durante procedimentos. A Delegacia terá uma sala de escuta especializada para oitivas de crianças, vítimas de abuso sexual, de acordo com a Lei 13.341/2017, salas exclusiva à Delegada Titular, Cartório e Serviço de Investigação, ao todo, 14 policiais atenderão a população.

Estatísticas apontam que mais de 10.000 mulheres são vítimas de violência doméstica por ano, no estado de Rondônia, sendo que 64% dessas violências são físicas e 24% das motivações são por problemas conjugais.
O Delegado-Geral da Polícia Civil, Dr. Samir Fouad Abboud, afirma que esse é mais um compromisso cumprido de atender com qualidade a população, em especial às vítimas de Lei Maria da Penha (11.340/2006).

Com informações de Edimar Kapiche e do Blog https://deljipa.blogspot.com

Confira, abaixo, um vídeo em que Edimar Kapiche e a delegada Fabiana Brandani falam sobre o evento.