A balança comercial de Roraima apresentou um crescimento de 1.059,33% no valor das exportações em novembro de 2017 se comparado com o mês de outubro deste ano. O saldo de US$ 21,7 milhões é graças a exportação da soja do estado para a Noruega e Holanda.

Em outubro deste ano foram exportados US$ 1,9 milhões. Já em novembro o valor aumentou para US$ 22,4 milhões. No mesmo mês as importações foram no valor de R$ 719 mil.

Segundo a Federação das Indústrias do Estado de Roraima (Fier), a balança comercial do estado é definida a partir da comparação entre o montante gerado pelas exportações e importações.

Dessa forma, a expectativa é que o volume de vendas seja sempre maior que o de importações, como ocorreu neste mês.

Se comparado com novembro de 2016, quando foram exportados US$ 2 milhões, o aumento ainda é significativo sendo de 973,37%.

Do total dos valores das exportações, 95,29% foi de soja para a Holanda e Noruega. O segundo lugar, 2,98% de participação, foi de açúcar para a Venezuela. Em terceiro lugar aparece a exportação de madeira para Holanda, França, Espanha e Bélgica.

Plantio recorde

Segundo a Fier, 2017 foi um período importante para o setor de grãos de soja em Roraima pois houve um aumento da área plantada o que levou a uma safra recorde. O aumento no estado foi de 25% na área de plantio.

Na safra de 2015 /2016 o estado produziu 79,2 mil toneladas de soja. Neste ano, o estado colheu 99 mil toneladas de soja.

Importação

O valor das importações em Roraima cresceu 16,96% se comparado com outubro deste ano e caiu 33,16% se analisado em relação a novembro de 2016.

Em novembro foram importados US$ US$ 719 mil. Em outubro o valor era de US$ 615 mil. Já em novembro de 2016 foram importados US$ 1 milhões.

A borracha é o produto mais importado com um total de US$ 226 mil. Em seguida aparecem máquinas, aparelhos e materiais elétricos (US$ 167) e em terceiro o plástico (US$ 69).

Fonte: G1