Em menos de dez dias, o mês de abril teve o segundo aumento consecutivo no preço da gasolina, chegando a custar R$ 4,39 nesta segunda-feira (8) para os consumidores de Boa Vista. Desde o final de janeiro, quando o valor era de R$ 3,83, o preço subiu ao menos R$ 0,56 na capital.

Conforme dados do Sistema de Levantamento de Preços (SLP) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), até última sexta-feira (6), o preço máximo da gasolina era de R$ 4, o que representa um aumento de quase de R$ 0,40, comparado ao atual valor vendido nas bombas. Os novos valores com ainda não estão registrados no site da ANP.

G1 entrou em contato com Sindicato dos Postos de Combustível de Roraima (Sindipostos-RR), e a associação informou que deve convocar coletiva de imprensa ainda esta semana para esclarecer os motivos do aumento da gasolina.

Com o novo aumento, a média de preço nos postos da cidade é de R$ 4,29, para os condutores que abastecem em dinheiro, ou seja, um diferença de quase R$ 0,30 centavos. Já para os que utilizam cartões de crédito, o valor pode custar até R$ 0,10 centavos caro.

De acordo com o economista Paulo Henrique, a oscilação no valor do combustível ocorre a cada 15 dias devido uma política de preço adotada pela Petrobras. Ele disse ainda que outros fatores que influencia o preço da gasolina é alta do dólar.

“Quando aumenta o dólar em relação ao real, também aumenta o preço do barril do petróleo, por isso tem-se um aumento no valor da gasolina brasileira”, disse.

Segundo o administrador de um posto de combustível da capital, o aumento no valor da gasolina ocorre diretamente nas refinarias e são repassados para distribuidoras e automaticamente transferidos aos postos.

Fonte: G1