A safra agrícola do Amapá teve em junho nova previsão de aumento para 2017, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O órgão divulgou na terça-feira (11) que a estimativa de colheita subiu de 16,1%, em maio, para 26,6% ao fim de junho.

O indicador é sempre relacionado com o mesmo período do ano passado, e segundo a nova previsão mensal, o estado deve colher 58.608 toneladas de alimentos, dos quais se destaca a soja, que deve somar 54,4 mil toneladas do total anual. A quantidade equivale a menos de 0,1% da produção nacional.

Das principais culturas agrícolas no estado, a soja também apresenta o maior crescimento anual, com 28,5% a mais de produção do que em 2016, seguido por feijão (15,8%) e mandioca (12,1%). Na contramão, apenas a laranja registrou baixa na previsão de junho (-3,9%).

A área a ser colhida também teve elevação, segundo o IBGE, que apontou um crescimento para 23.274 hectares. Desse total, 18,9 mil são destinados apenas para plantio e colheita de soja.

O produto deve movimentar mais de R$ 60 milhões na economia do estado em 2017, de acordo com a Associação de Produtores de Soja do Amapá (Aprosoja).

A produção agrícola do Amapá é a segunda menor da Região Norte e a quinta menor do Brasil, mas está acima de estados como Rio de Janeiro e Espírito Santo. A previsão de aumento local está abaixo da nacional, que ficou em 30,1%, com colheita total de 240,3 milhões de toneladas.

Fonte: G1