queimadasDados divulgados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) na segunda-feira (14) apontam que no período de 9 a 13 de novembro o Pará obteve 1333 focos de queimadas distribuídas em 69 municípios. De acordo com a Semas, o alto risco de fogo encontrou-se em grande sobre a região do Nordeste e parte da porção Norte da Ilha do Marajó e leste do estado.

Neste período, os municípios que obtiveram maiores registros de focos de queimadas foram: Portel (159 focos), Pacajá (102 focos) e Santarém (73 focos).

Segundo a Semas, queimadas provocadas em florestas é considerado um crime ambiental. Conforme consta no artigo 50 do Decreto Federal 6.514/2008 incorre em infração destruir ou danificar florestas ou qualquer tipo de vegetação nativa ou de espécies plantadas sem autorização ou licença da autoridade ambiental competente, resultando em multas a partir de R$ 5 mil por hectare.

Fonte: G1