Estudante do AP produz larvicida à base de óleo de sucupira para combater o Aedes

Um estudante de 22 anos da Universidade Federal do Amapá mapá (Unifap) desenvolveu um larvicida feito à base de água e óleo de semente de sucupira para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e o zika vírus. O projeto foi um dos seis premiados durante um evento promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em julho.

O estudante amapaense Ícaro Sarquis cursa farmácia na Unifap. Segundo ele, o produto natural tem duração maior do que os larvicidas encontrados no mercado. Além de ser sustentável, o produto tem como vantagem a liberação da substância de forma controlada.

Usando técnicas da nanotecnologia, a mistura leva aproximadamente 99% de água e o restante é composto por óleo de sucupira, sendo eficaz para matar as larvas dos mosquitos onde há o acúmulo de água parada, com durabilidade aproximada de 10 dias, conta Sarquis.

“Para a nossa surpresa, o produto ficou muito bom, é diferente do que se encontra no mercado, porque o nosso produto começa com taxa de mortalidade alta e se mantêm por dias, já os do mercado vai diminuindo com o passar do tempo, por no máximo, 72 horas. Além disso, fizemos com 99% de água, o que agride bem menos o ambiente”, ressaltou Ícaro.

Fonte: G1