Amazonas fecha julho em 4º na geração de empregos, aponta Caged

O Amazonas gerou 1.888 vagas formais de emprego em julho deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho na quarta-feira (9). O Brasil gerou 35.900 vagas formais de emprego.

No mês passado, foram registradas 10.070 contratações e 8.182 demissões de trabalhadores com carteira assinada no Amazonas. Eem junho, o estado fechou o mês com redução no número de empregos formais: Ao todo, foram 9.415 contratações e 9.516 demissões.

Setores

Em julho deste ano, de acordo com o Ministério do Trabalho, cinco setores da economia admitiram mais do que demitiram no estado. O setor que mais contratou foi a indústria de transformação, com 570 vagas abertas.

O comércio fechou o período com 518 contratações, seguido do varejista, com 504 vagas formais no período. Já agricultura, criação de animais, extrativismo vegetal fechou com 404 admissões e a construção civil, com 353.

Por outro lado, o setores de produção minerais não metálicos (-57), extrativa mineral (-7), borracha, couros, peles, similares (-42), textil vestuário, produção alimentícia, bebidas, álcool etílico (-24), transporte e comunicações (-12), além de serviço, alimentação, reprodução, manutenção, redação (-118), ensino (-95) tiveram redução o número de geração de empregos.

Fonte: G1