Inédito: Tubarão-PA vence o Constelação e conquista a Liga Norte de Futsal 2017

Em solo roraimense, o Tubarão-PA levou a melhor diante do Constelação, um dos representantes de Roraima na competição, com vitória pelo placar de 5 x 2 e conquistou a Liga Norte de Futsal pela primeira vez. Os gols do time paraense foram marcados por Biolay (3) e Brunno Renner (2). Mateus da Silva fez os dois únicos gols do Time das Estrelas.

O Jogo

O Constelação fez valer o mando de quadra com maior volume de jogo em toda a partida, criou mais oportunidades de gol que o Tubarão-PA, mas não obteve êxito nas conclusões, muito por conta também da boa atuação do goleiro Carlos Alberto Lopes. O time paraense soube aproveitar melhor as chances criadas, algumas após erros do adversário, que cedeu espaço.

Até sair o primeiro gol do Tubarão-PA, o Constelação havia criado quatro oportunidades de gol, sendo três delas com Alexsandro de Moraes, enquanto a equipe paraense tinha chegado com perigo ao gol do goleiro Romário em uma única chance clara. Os gols perdidos não fizeram o Time das Estrelas abaixar a cabeça, pelo contrário, continou o ímpeto e a vontade de vencer.

Porém, o Tubarão abriu o placar da partida com um belo gol de Brunno Rener, que driblou dois marcadores, invadiu a área e bateu cruzado, aos 11 minutos do primeiro tempo. Após isso, o Constelação criou mais três oportunidades, enquanto o time paraense chegou com perigo em outras duas, sendo uma delas com Biolay, de bico, acertando a trave. Fim do 1º tempo.

No segundo tempo, o Constelação seguiu com a pressão, tanto com, como sem a bola, mas o nervosismo por estar atrás no placar causava erros e num desses erros, saiu o gol do Tubarão logo no início da segunda etapa, com Brunno Renner, após assistência de Biolay. O Time das Estrelas acertou a trave após finalização de Raylson, aos dois minutos. A pressão aplicada surgiu efeito aos cinco minutos, com gol de Mateus da Silva, depois de passe preciso de Roberto, o jogador bateu forte, cruzado, sem chances para o goleiro do Tubarão-PA.

Cerca de três minutos depois, o gol que foi um balde de água fria no Constelação. Enquanto o Time das Estrelas buscava a igualdade, um erro na troca de passes no setor ofensivo resultou na sobra da bola nos pés de Biolay, que cruzou a quadra e bateu na saída do goleiro Romário: 3 x 1 Tubarão.

Após ampliar a vantagem, o Tubarão-PA esteve tranquilo em quadra, esperando o Constelação, que aplicou pressão, criou muitas oportunidades de gol, mas ora parava no goleiro do time paraense, ora a bola explodia na defesa ou então para fora. Não restava opções para a equipe roraimense senão ir com tudo e foi o que aconteceu, porém, não teve resultado positivo e ainda abriu espaço para o adversário ampliar o marcador.

Com menos de cinco minutos para o fim da partida, Olano Matos, técnico do Constelação, lançou o goleiro-linha. Ricardinho havia sido pouco utilizado no jogo, mas em pouco tempo já seria muito exigido. Ir para cima fez com que o Time das Estrelas se abrisse em quadra e arriscasse, mas como dito anteriormente, arriscar é preciso, mas dá brecha para o adversário contra-atacar e foi justamente o que aconteceu.

Com o goleiro-linha, o gol do Constelação estava exposto, até porque a equipe estava perdendo e precisava buscar os gols para conseguir empatar. Em outro erro na troca de passes, saiu o quarto gol do Tubarão, novamente com Biolay, que empurrou pro gol vazio, restando menos de dois minutos para o fim da partida: 1 x 4 a favor do time paraense.

Trinta segundos depois, o Time das Estrelas ainda diminuiu, de novo com gol de Mateus da Silva. E faltando 22 segundos para o apito final, o goleiro Carlos Alberto Lopes lançou a bola de uma área para outra, encontrando Biolay livre para cabecear para as redes, dando números finais à partida: Constelação 2 x 5 Tubarão-PA, campeão da Liga Norte de Futsal pela primeira vez.

Fonte: GE