Amapá tem maior taxa do Norte de domicílios com uso de celular: 95,4%

O uso de celular já é realidade em 95,4% dos domicílios no Amapá, sendo o segundo meio de comunicação mais difundido somente atrás da televisão, que está 96,6% das residências. A taxa de presença da telefonia móvel nos lares do estado é a maior do Norte do país, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados são de 2016 e fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), que levantou informações sobre o uso de serviços básicos e a posse de bens nos lares de todo o país. No Amapá, são 207 mil domicílios. O percentual de famílias com pelo menos um aparelho aumentou em relação a 2015, quando a taxa era de 90,4%.

Em relação a outros estados da região, o Amapá supera todos, sendo seguido por Tocantins (93,5%), Roraima (92,8%), Rondônia (92%) e Acre(89,1%). A média nacional ficou no ano passado em 92,3%.

A Pnad mostrou ainda que o celular é o principal meio de acesso à internet do amapaense, ocupando 99% das moradias que usam a web. O acesso por computador é de 29,1%, no tablet 10,6% e pela TV 8,2%. Nesse caso específico, a contagem superou os 100% em função de uma mesma residência poder ter várias formas de uso da internet.

“O celular é uma mudança nos hábitos de comunicação das famílias, inclusive também por ser uma forma mais barata de usar a internet, o acesso a serviços, então as pessoas valorizam bastante essa facilidade”, apontou Joel Lima, do setor de Disseminação de Informações do IBGE.

Mobilidade e tecnologia

O uso do celular reduziu de forma drástica o consumo de telefonia móvel no Amapá, onde as linhas fixas estão em 9,9% das residências, contra 34,5% em todo o país. Quase 40% das casas tem computador e 36,1% tem somente televisores de tubo.

Quanto ao uso de veículos, o estado apresenta percentuais menores que a média nacional. As residências com carro são 30% e com motocicleta 17,1%, enquanto que em todo o país o indicador é de 47,4% e 21,8%, respectivamente.

Fonte: G1