Pesquisa coloca Belém entre 15 cidades brasileiras com mais empresas abertas

Apesar da crise econômica, uma pesquisa mostra que Belém é uma das quinze cidades brasileiras com maior número de empresas abertas. Em 2015 Belém tinha 98.122 empresas. Em 2016 subiu para 110.575 e em 2017 para 112.191. Um aumento de 20% de dois anos para cá.

Para especialistas, isso é resultado da ousadia e do empreendedorismo dos empresários da capital paraense. “Isso reflete a oportunidade de mercado que os empresários paraenses, principalmente de Belém, estão encontrando”, diz o diretor superintendente do Sebrae Pará Fabrizio Guaglianone.

Na doceria da Karla Santos e do Tiago Moraes, as tortas e salgados têm nomes de personagens de séries e filmes famosos. Delicias que eles e mais uma amiga começaram a vender pela internet. O sucesso de público e de crítica foi tão grande que eles resolveram arriscar. Há dois meses, abriram a loja física.

“A gente começou a vender torta pra juntar dinheiro pra viajar. Começamso a ver que estava dando mais dinheiro que as nossas próprias profissões”, diz Karla. Mas, para abrir uma empresa é preciso mais que coragem. Tem de estar preparado. Eles tiveram que estudar e levantar dinheiro para montar toda a estrutura da doceria, se arriscar numa nova fase. “A gente procurou ajuda principalmente do Sebrae. A gente teve a ajuda de como dar o pontapé inicial. Mas o dia a dia é um eterno aprendizado”, diz o empresário Thiago Moraes.

Eliana Furtado abriu uma tapiocaria há quatro anos e, de lá para cá, muita coisa mudou. Ela já tem dois quiosques e a clientela tem aumentado. Está se preparando para expandir os negócios.

Eles são exemplo de pessoas que souberam criar maneiras para se manter no mercado cada vez mais concorrido. “Ao mesmo tempo que dá medo, você pensa: e se eu não abrisse? A oportunidade veio e deixei escapar”, avalia Eliana.

Fonte: G1