Rio Iaco sobe quase 2 metros em 24 horas e Defesa Civil monitora volume de chuvas

O Rio Iaco, no município de Sena Madureira, subiu 1,93 metros de 6h de segunda-feira (5) até o mesmo horário desta terça (6). A elevação súbita no nível do manancial, que saiu de 5,18 metros para 7,11 metros, foi provocada pelas constantes chuvas na cidade. A Defesa Civil monitora a situação e o volume de chuvas. A informação foi confirmada pelo coordenador municipal do órgão, Carlos D’Ávila.

O coordenador destaca que, apesar da elevação, o nível ainda está longe da cota de alerta (13,50 metros) e também da de transbordo (14 metros). Por isso, até o momento, nenhum bairro foi atingido.

“Monitoramos a situação durante o ano todo. Essa elevação é normal para o período chuvoso e como o rio está com o nível baixo a situação não é preocupante. As pessoas podem ficar tranquilas, ainda estamos longe da cota de alerta”, afirma.

Rio Acre

Somente nos quatro primeiros dias de fevereiro, a Defesa Civil do Acre registrou 65,8 milímetros de chuvas em Rio Branco, capital acreana. Nesta terça (6), o manancial chegou a 6,88 metros.

Ainda nesta terça (6), conforme a Defesa Civil, o Rio Acre em Brasileia atingiu o nível de 5,13 metros, ficando bem abaixo da cota de alerta (9,80 metros).

O mesmo ocorreu em Xapuri, onde o manancial marcou menos de 5 metros. Nesta terça (6), a medição feita pela Defesa Civil registrou o nível de apenas 4,70m no município.

Mas, o nível mais bairro registrado foi em Assis Brasil. O Rio Acre no município chegou a 3,79 metros após uma redução de 1,49 metros em 24 horas, já que na segunda (5) marcava 5,28 m.

Fonte: G1