TJE determina suspensão imediata da greve de servidores em Canaã dos Carajás

Em Canaã dos Carajás, sudeste do estado, servidores públicos em greve vão ser obrigados a voltar ao trabalho. O Tribunal de Justiça do Estado determinou a suspensão imediata do movimento grevista na cidade que teve inicio na última terça-feira (20). Os servidores cobram o reajuste salarial acumulado de 2015 à 2017.

Mais de cinco mil alunos estão sem aulas na rede municipal há quase 10 dias e das seis unidades básicas de saúde apenas duas estão atendendo a população. A decisão também prevê uma audiência de conciliação no próximo dia 16 de março.

O Sindicato dos Servidores informou que assim que for notificado da decisão judicial vai recorrer da sentença. De acordo com os manifestantes, 70% dos trabalhadores nas áreas de educação, obras, departamento de trânsito e assistência social estão paralisados.

Professores

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), a greve dos docentes acontece devido a quebra do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) homologado pelo juiz da comarca de Canaã dos Carajás, Lauro Fontes Júnior, que garantiria o reajuste salarial acumulado dos anos de 2015 à 2017 na data base de 2018.

Ainda segundo o Sintepp, na última sexta-feira (16), em reunião com o prefeito Jeová Andrade, a Prefeitura do município apresentou uma proposta de aumento de R$ 135 no auxílio alimentação, mas que não haveria aumento no salário base dos servidores de educação, não respeitando o acordo firmado no TAC.

Fonte: G1