Duas escolas públicas em Macapá ganham parques feitos com materiais reciclados

Com restos de madeira, ferro e até telhas, dois parquinhos foram construídos e entregues nas escolas municipais Wilson Malcher e Ana Luíza, ambos localizados na Zona Sul de Macapá. Empresas do segmento da construção civil produziram os espaços gratuitamente.

O projeto “Recrear (Re)criando” é da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Além de incentivar a reciclagem, a proposta busca melhorar o desenvolvimento psicomotor de crianças e colaborar na aprendizagem.

De acordo com a chefe da Divisão de Ensino Educacional Especializado da Semed, Sarah Medeiros, o trabalho foi elaborado após a equipe notar a falta de ambientes adequados para que as crianças pudessem brincar nas escolas de educação infantil.

“O projeto surgiu a partir do trabalho de assessoramento pedagógico nas escolas. Percebemos a ausência de um espaço para brincar e um ambiente mais apropriado para que as crianças extravasem as energias”, enfatizou.

A chefe da divisão destaca que o “Recrear (Re)criando” deve ser expandido e levado para outras escolas. Para isso, a prefeitura busca mais parcerias que colaborem com a doação dos materiais e também com a construção dos parques.

“O brincar desenvolve habilidades que são pré-requisitos para leitura e escrita. Daí montamos o projeto e buscamos parcerias para a construção desses espaços. A ideia é essa: a construção dos parquinhos com refugos de obras. Restos de madeiras, telhas, ferros, entre outros”, disse Sarah.

Para a diretora da escola Ana Luíza, Maricélia de Souza, o espaço vai melhorar o trabalho didático dos professores e o desenvolvimento dos pequenos alunos. A instituição atende 426 crianças e, dois dias por semana, as turmas vão visitar o espaço.

“A importância do parque para escola é um sonho realizado. Há essa necessidade do brincar, pois brincando também se aprende. Então, esse parquinho veio juntar com aquilo que já tínhamos como expectativa”, finalizou a diretora.

Fonte: G1