Exposição marca Dia Nacional do Braille em Rio Branco

Uma exposição celebra neste domingo (8) o Dia Nacional do Braille. A mostra vai das 16h às 20h, na livraria Nobel, no shopping de Rio Branco.

O objetivo, segundo a organização, é sensibilizar a população para o método de leitura, que dá acesso às pessoas com deficiência visual ao mundo das letras.

A coordenadora do Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual do Acre (CAP-AC), Gercineide Maia falou sobre a programação do evento e convidou a população para prestigiar.

A ação envolve música ambiente apresentada por uma pessoa com deficiência visual, além da exposição de material pedagógico em braille e demonstração de técnicas de orientação e mobilidade. Vai ter ainda contação de histórias para as pessoas com deficiência.

“Vamos ter a distribuição de panfletos com alfabeto braille, serviços do CAP e sobre a data comemorada. O objetivo da ação é divulgar a importância do uso do sistema braille para o desenvolvimento da pessoa com deficiência visual e também a política pública educacional que existe no estado voltada para essas pessoas”, disse Gercineide.

A coordenadora ressaltou que o Centro desenvolve serviços não apenas de formação, mas também de produção e uso da tecnologia assistiva, voltada para o atendimento das pessoas com deficiência visual no estado.

Pessoas com deficiências visual no Acre

Conforme a coordenação do CAP-AC, dados do Censo Escolar 2017, apontam que existem mais de mil pessoas com deficiência visual em processos de escolarização em todo o Acre. Os dados mostram ainda que são cerca de 50 pessoas cegas em processo de escolarização.

O número total de acreanos com deficiência visual é bem maior do que o divulgado no Censo, segundo a coordenadora do CAP, já que os dados levam em consideração apenas as pessoas em escolarização.

“Praticamente quase todos os meses, a gente recebe crianças com novo diagnóstico. No ano passado, passamos de fevereiro a dezembro recebendo pessoas novas com deficiência visual. Então, são pessoas que não foram identificadas no Censo”, informou a coordenadora.

Braille

O dia 8 de abril foi escolhido como o Dia Nacional do Sistema Braile em homenagem ao nascimento de José Álvares de Azevedo, o primeiro professor cego brasileiro. Ele estudou o método Braile em Paris.

De volta ao Brasil, passou a ensiná-lo e a difundi-lo no país, recebendo posteriormente o título de “Patrono da Educação dos Cegos no Brasil”. O Braile é um sistema tátil de leitura e escrita utilizado por pessoas com deficiência visual em todo o mundo.

Fonte: G1