Professora do Acre é destaque em prêmio nacional para projetos de escolas públicas

Foi com o projeto de incentivo à leitura ‘Literacia: da narrativa mitológica à transmidiática’, desenvolvido no Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco, que a professora Iracilda Gomes Bonifácio foi destaque nacional.

O trabalho foi um dos vencedores da etapa regional Norte da 11ª edição do prêmio Professores do Brasil, que é promovido pelo Ministério da Educação em todo país. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (15), no Dia do Professor.

A professora venceu na categoria Ensino Fundamental: Anos Finais – 6º ao 9º ano. Ao todo, 30 educadores foram premiados nas cinco regiões brasileiras. Também foram divulgados os nomes dos 20 professores ganhadores das temáticas especiais.

“O trabalho tem como objetivo incentivar a leitura dos alunos do 7º ano do ensino fundamental II. O projeto teve três etapas: a primeira foi a roda de leitura para verificar que livros os alunos liam que tinham a ver com heróis da mitologia. A segunda etapa foi a produção de texto e na última, fizemos a socialização dessas atividades em uma feira literária envolvendo toda a escola”, contou a professora.

O projeto, iniciado em fevereiro deste ano, foi concluído em junho e envolveu 32 alunos do 7º ano do ensino fundamental II. Segundo a professora, as atividades de incentivo à leitura continuam sendo desenvolvidas, mesmo com o fim do projeto. Agora, com um clube de leitores, em que os alunos falam sobre os livros novos que estão lendo.

Sobre receber o prêmio, Iracilda diz que não poderia ter sido em um dia melhor. “Ontem [segunda,15] foi o Dia do Professor e a gente acaba pensando sobre nossa profissão e os percalços que passamos. Acho que esse prêmio foi uma resposta e um reconhecimento que precisamos tanto”, concluiu.

Prêmio

O Prêmio Professores do Brasil é uma iniciativa do Ministério da Educação juntamente com instituições parceiras que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

No total, 4.040 professores da educação básica da rede pública de todo o país se inscreveram no PPB. Segundo o ministério, o prêmio distingue e recompensa o trabalho de docentes que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

Fonte: G1