Casa das Artes abre temporada de exposições com mostras sobre a geografia da Amazônia

A Casa das Artes vai receber, a partir deste sábado (16), três exposições para abrir a temporada 2019 do espaço cultural. A Casa fica localizada na rua José Clemente, no Centro da cidade, e vai abrir a partir das 19h. As mostras “Urbano-Ribeirinhos”, “Contemplações da Amazônia” e “Expo Ajuri de Quadrinhos” ficarão disponíveis até dia 31 de março.

As exibições propõe as percepções pela lente da geografia retratada pela pintura e uma coletiva de histórias em quadrinhos e artes gráficas e visuais. A entrada é gratuita.

A mostra “Urbano-Ribeirinhos” tem obras do artista e professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Estevan Bártilo, que propõe, para análise, a noção de Sistema Territorial Urbano-Ribeirinhos (STUR). A exposição retrata as percepções pela visão da geografia.

“A expectativa é tentar fazer um diálogo com a linguagem fotográfica, que acaba transmitindo o que é o conceito de paisagem na geografia e que trabalha tanto os aspectos da geomorfologia, quanto os aspectos culturais e da economia. Seria uma maneira de mostrar ao público a tese de que o processo urbano está cada vez mais intensificado, o que acaba absorvendo uma série de sujeitos das cidades ribeirinhas, pescadores, indígenas, produtores de embarcações, entre outros”, explicou Bártoli, por meio de nota.

Já a mostra “Contemplações da Amazônia” une ciência e arte. O autor das obras é o artista e geógrafo Marcos Castro, que pensou em trabalhar as relações entre sociedade e natureza para revelar a geografia amazônica por meio das cores e formas retratadas nas telas.

“As minhas obras têm o objetivo de mostrar essa relação, ou seja, as categorias da Ciência Geográfica como espaço, lugar, território e paisagem. Dessa forma, se estabelece a fusão entre uma ciência e as Artes Visuais”, afirmou o artista.

A exposição “Ajuri de Quadrinhos” é do coletivo de artistas “Ajuri Comics”. A mostra será integrada por quadros em formato de quadrnhos, rascunhos de processo de criançaõ das obras e pôsteres, em especial ligados à cultura amazonense, como lendas, cenários de Manaus, personagens históricos, imaginário popular e mitologia.

O formato em quadrinhos será direcionado totalmente ao cenário local com trabalhos autorais.

“Iremos exibir somente estes trabalhos para que as pessoas possam conhecer estes artistas que já desenvolveram obras para grandes editoras americanas e europeias”, afirmou o quadrinhista Romahs Mascarenhas.

As três exposições iniciam a programação de 2019, que terão início neste sábado, às 19h, e ficam disponíveis até dia 31 de março. As visitações acontecem de terça a domingo, das 15h às 21h.

Fonte: G1