Rodoviários da empresa Monte Cristo realizam desde as 4h desta quarta-feira (22) uma manifestação em frente à garagem da empresa na travessa Visconde de Inhaúma, no bairro da Pedreira, em Belém. Eles paralisam as atividades para reivindicar melhorias trabalhistas e dizem que só retornarão ao trabalho quando houver uma negociação com os proprietários da empresa. O G1 tenta contato com a Monte Cristo.

Nenhum ônibus saiu da garagem nesta quarta-feira. Todas as linhas operadas pela Monte Cristo: Pedreira Lomas (linhas A e B), Pedreira Nazaré, CDP-Providência, Marex-Arsenal, Marex-Centro, Sacramenta São Brás, Sacramenta Humaitá e Bernal do Couto – Presidente Vargas deixaram de circular pela cidade.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, cerca de 150 mil pessoas são atendidas pelo transporte. Os motivos da manifestação seriam os mesmos que geraram o movimento ocorrido no dia 10 deste mês. Na ocasião, apenas os ônibus que fazem a linha Pedreira-Nazaré deixaram de circular.

Entre as reclamações por parte dos rodoviários está o não pagamento de horas extras; atraso no pagamento de salários e tíquetes; não pagamento do 31º dia trabalhado; más condições de trabalho e higiene; não aviso do período de ferias, assédio moral, dentre outras questões.

Fonte: G1