Três suspeitos de tentar assaltar uma empresa de vigilância no bairro Renascer 2, na Zona Norte de Macapá, morreram ao trocar tiros com policiais, informou o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar do Amapá. A ação aconteceu na madrugada desta quarta-feira (22).

Segundo a polícia, por volta de 3h, o vigilante da empresa acionou o Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes) informando ter visto através das câmeras de segurança uma tentativa de invasão à empresa. Uma teresa – corda feita com lençóis – foi encontrada nos fundos do prédio.

A polícia informou que ao chegar ao local, o Bope foi recebido a tiros pelos suspeitos, reagindo aos disparos, atingindo os três homens. Eles teriam sido socorridos ainda com vida e levados ao Hospital de Emergências (HE) da capital, mas morreram ao chegar à unidade.

O comandante do Bope, tenente coronel Paulo Matias, falou em entrevista ao Bom Dia Amazônia, da Rede Amazônica, que os suspeitos poderiam estar tentando assaltar a empresa para conseguir armas.

“Possivelmente o alvo deles seriam as armas de fogo que essa empresa deve possuir. Com eles, foi encontrada uma teresa, que é aquela corda feita de lençóis na tentativa de escalar o muro da empresa pelos fundos, que é bastante alto, e foi isso que chamou a atenção dos vigilantes, um barulho por trás da empresa, possivelmente eles tentando jogar essa teresa para encaixar no muro”, comentou Matias.

Um dos suspeitos estaria com um capuz para tentar cobrir o rosto e não ser identificado. Com eles, a polícia informou ter encontrado um revólver calibre 38 milímetros, uma pistola 380 e uma cartucheira calibre 20 milímetros.

Somente um dos suspeitos foi identificado como “Evandro”. Até a publicação desta matéria, os outros ainda não haviam sido reconhecidos por familiares. Segundo Matias, eles não são conhecidos no meio policial.

Fonte: G1