Após detectar através de laudos técnicos do engenheiro eletricista, isto do mês de Abril de 2019, risco eminente ate mesmo de incêndio, no setor onde funciona os serviços de atendimento com 10 leitos de UTI, no hospital de Urgência e Emergência “HEURO” Cacoal, situação essa preocupante, colocando pacientes, profissionais da saúde, e também equipamentos em risco. E após assumir como diretor geral do referido hospital no dia 22/10/2019, procuramos levantar as demandas emergentes a serem solucionadas, com responsabilidade e visando a segurança dos pacientes, equipe de profissionais de saúde, também dos equipamentos de suma importância no processo de salvar vidas. Buscamos junto ao secretário de estado de saúde “Dr. Fernando Máximos”, que prontamente nos atendeu, enviou-nos equipe de engenheiros da sesau Porto Velho, no período do feriadão 16/11/2019, organizamos uma força tarefa dia e noite, com a participação do atual diretor do complexo “João Henrique”, enfermeiros, médicos, servidores, etc, de forma incansável para correção de toda a instalação elétrica, e no dia 20/11/2019, os trabalhos foram concluídos.
Hoje a Sala de UTI do HEURO Cacoal está pronta para o funcionamento dos 10 leitos e também com estrutura para a instalação de serviços de diálise na UTI com toda segunça quanto ao sistema de energia elétrica no setor.
Também no início deste mês de Novembro/2019, obtivemos alguns avanços, deu-se inicio ao atendimento para os pacientes internos com exame de ecocardiograma, foi adquirido um aparelho de utrasonografia portátil para proporcionar melhor atenção aos pacientes nos leitos, pneumologista com atendimento nas enfermarias duas vezes na semana e um projeto praticamente pronto ja com equipamentos, para que no mais breve possa ter uma transfusional atendendo dentro do heuro (banco de sangue).
Com Deus a nossa frente e junto dos excelentes profissionais da saúde, e todos de mãos dadas, unidos e sem vaidades, com um só objetivo, salvar vidas, vidas serão salvas.
Está é a preocupação do Governo do Estado de Rondônia Coronel Marcos Rocha, ofertar uma saúde mais humanizada a todos os usuários do sistema SUS.

Múcio J. Silva