Um caminhão com 117.894 óculos contrabandeados da República Cooperativista da Guiana foi apreendido pela Polícia Militar em Boa Vista nessa segunda-feira (24). O condutor, que também tinha rádio para ouvir a frequência da PM, foi preso e entregue à Polícia Federal.

Conforme a PM, o caminhão estava sendo monitorado desde o Bonfim, município na fronteira com a Guiana. Uma denúncia apontou que o caminhão estava transportando a carga irregular pela BR-401.

No entanto, o veículo só pode ser abordado em um posto de gasolina na Avenida Benjamin Constant, bairro São Vicente, zona Sul da capital. A ação foi por volta das 10h30.

O condutor, um homem de 29 anos, afirmou à PM que recebeu R$ 100 para dirigir o veículo da Guiana a Boa Vista, num percurso de mais de 130 quilômetros.

Ele negou ter conhecimento da carga que transportava e disse que entregaria o veículo a um homem apelidado de ‘Bigode’. Os dois teriam envolvimento com a quadrilha alvo da operação ‘A máquina’ deflagrada pela Polícia Federal na semana passada, conforme a PM.

De acordo com a polícia, os óculos eram de fabricação chinesa e seriam vendidos a R$ 15 cada em Boa Vista. Assim, a carga foi avaliada em R$ 1,8 milhão.

A PM informou ainda que o condutor não era habilitado e que os documentos do caminhão estavam atrasados.

Após a prisão, o condutor, o veículo e toda a carga irregular foram entregues à Polícia Federal. No local, o motorista foi, segundo a PM, autuado em flagrante por contrabando e pela posse do rádio transmissor.

Fonte: G1