social

O governo de Rondônia realizou, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) e do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas-RO), o Fórum Estadual de Assistência Social e a Reunião Ampliada com os gestores municipais, usuários do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e conselheiros municipais de assistência social, que tem como objetivo eleger os membros representantes da sociedade civil para o biênio 2016/2018.

Visando o fortalecimento da estrutura e funcionamento dos conselhos municipais, o respeito e a efetividade da participação da sociedade civil nos espaços de controle social, a gestão e o funcionamento do Programa Bolsa Família e o Marco Regulatório da Sociedade Civil, o colegiado reúne-se com os presidentes de conselhos municipais buscando alinhar as ações e assim fortalecer a política de assistência em Rondônia.

Em sua fala na abertura do evento nessa quinta-feira (24), Marinilde Helena, que é presidente do colegiado estadual, destacou a importância de ter um conselho ativo e com ações precisas. “Este encontro vem para nos fortalecer enquanto Conselho, e buscar nos estruturar. Isso requer um belo esforço nosso”, disse.

Na manhã de sexta-feira (25), na Assembleia Legislativa, foi lida a Carta Aberta constando as angústias da sociedade acerca do atual cenário político brasileiro, além de realizar uma audiência pública em Defesa do Suas e para tratar da PEC 241/55, que estabelece um teto para os gastos públicos.

Segundo a secretária Hérika Fontenele, esse espaço tem como objetivo ouvir os anseios, buscar conhecimentos e o mais importante: melhorar e qualificar os profissionais que atuam na política de assistência social em Rondônia.