Miguel e a mãe estão no HRC. A sequestradora da criança está presa
AR Alan Rios JA Juliana Andrade

Larissa no chá de bebê de Miguel
(foto: Arquivo pessoal)
O bebê sequestrado na madrugada desta quinta-feira (28/11) no Hospital Regional de Taguatinga (HRT) já foi devolvido à família. Miguel e a mãe, Larissa Almeida, 21 anos, estão internados no Hospital Regional de Ceilândia.

Emocionados, os parentes do menino comemoraram o desfecho da história e parabenizaram a equipe do Hospital Regional de Ceilância (HRC), onde Miguel foi identificado, e demais autoridades que participaram das buscas.

Mãe de Larissa, a cabeleireira Francisca Almeida Ribeiro, 55 anos, lembrou o momento em que a família foi informada que haviam identificado um bebê que poderia ser Miguel no HRC. “Nós estávamos na delegacia e viemos para o hospital de Ceilândia. A Larissa reconheceu tanto a mulher quanto o bebê”, contou.

A avó do menino ainda contou que um homem no hospital fazia um escândalo dizendo que o bebê era dele. “Como o bebê seria dele, se chegou sem o cordão umbilical?”, destacou.

Francisca se refere ao fato de os profissionais do HRC terem estranhado a história contada pela suspeita. Ela levou Miguel ao hospital dizendo que havia dado à luz em casa. Continua depois da publicidade

A equipe, no entanto, percebeu que se tratava de uma mentira, porque o menino já tinha passado por uma série de cuidados médicos, como a retirada do cordão umbilical e a dose da vacaina BCG.

Alívio da família
Francisca afirma que a família está aliviada e agora só tem motivos para comemorar.

“Nenhuma família merece passar pelo que a gente passou. Ele era um bebê muito esperado”, contou. Miguel é o primeiro filho de Larissa e o primeiro neto menino de Francisca.https://www.correiobraziliense.com.br/