Por Bom Dia Cidade

Homem é preso por tentativa de feminicídio em Mogi Mirim   Um homem de 50 anos foi preso na noite de quarta-feira (28) com 37 armas guardadas no quarto dele, em Mogi Mirim (SP). Segundo a Polícia Militar (PM), ele também atirou na direção da esposa, que não se feriu. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio e posse ilegal de arma de fogo.

Foram apreendidas espingardas, revólveres e pistolas de vários calibres. Algumas eram artigos de colecionador. A PM também aprendeu munição e uma arma de pressão que é réplica de fuzil.

A polícia foi acionada após receber uma denúncia de que havia uma briga de casal em um imóvel do bairro Mirante. Os policiais encontraram o homem trancado no quarto. Em seguida, se entregou e afirmou que era praticante de tiro e que tinha o registro do armamento.

 

 

 

 

Arsenal encontrado na casa do suspeito de tentar matar a esposa em Mogi Mirim — Foto: Luis Corvini/EPTV

No entanto, apenas quatro das 37 armas tinham registro. Os policiais conversaram com a mulher, que afirmou que ele realizou disparos na direção dela.

“Ela foi localizada e disse que ele efetuou disparos e efetuou disparos em direção a ela. Localizamos as cápsulas no quintal onde ela informou que foram realizados os disparos”, afirmou a tenente Fernanda Martins.

Viatura danificada

Depois de ser detido e colocado na viatura, o suspeito ainda quebrou o vidro traseiro, segundo a PM. Ele foi levado para a delegacia, onde permaneceu preso.

De acordo com a PM, o homem também confessou ter ingerido bebido alcoólica. A corporação informou que ele deve perder o registro de posse e porte de armas que para os quatro armamentos.

Vidro de viatura foi quebrado pelo suspeito, segundo a PM de Mogi Mirim — Foto: Reprodução/EPTV