Acadêmicos do 8° período do curso de Enfermagem da Unesc, em Vilhena, apresentaram um modelo de planta de estrutura física apropriada às instituições de saúde, conforme recomendações da Resolução – RDC/ Anvisa n° 307, de 14 de novembro de 2002.

A ideia do trabalho acadêmico era oferecer um projeto técnico onde as funções hospitalares sejam otimizadas dentro das condições de espaço, proporcionando economia às instituições, aliado ao conforto e bom atendimento aos pacientes.

Segundo a coordenadora do projeto e professora da disciplina de Administração Aplicada à Enfermagem, Aline de Fátima Lima, é necessário que haja um reconhecimento da necessidade de um bom planejamento do espaço físico hospitalar dentro das políticas públicas voltadas à área da saúde, a fim de garantir um melhor aproveitamento de recursos, desonerando gastos desnecessários, auxiliando no processo de cura do paciente e evitando a disseminação de doenças infecto contagiosas. “Os alunos estão colocando em prática o conhecimento teórico adquirido ao longo do curso, obedecendo a padrões modernos de desenvolvimento de plantas, amparados no que determina a legislação”, disse a professora da Unesc.

A elaboração do projeto do espaço físico, dentro de padrões eficientes, envolve uma equipe multiprofissional e segue as etapas de estudo preliminar, projeto básico e projeto executivo. Para isso, os profissionais trabalham seguindo as normas da resolução das Diretrizes Colegiadas 307/2002, que dispõe sobre o regulamento técnico para o planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde.

(Texto: Paulo Mendes/Professora Aline)