A Escola Estadual Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, localizada no Bairro Teixeirão, em Cacoal, foi uma das que avançou na qualidade de ensino e superou a meta do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Atingiu a nota de 5.4, enquanto a meta era a de 5.3. É a primeira vez que a escola consegue superar o objetivo estabelecido pelo Ministério da Educação.

Com aproximadamente 1.200 alunos, sendo cerca de 800 do 6 ao 9 ano e os demais do ensino médio em sistema de seriado, a escola é uma das maiores e mais antigas da cidade. O professor Gildeon Alves da Cruz, diretor da instituição há 9 anos, disse que quando assumiu o cargo, a nota do IDEB era 2.2. Posteriormente subiu para 3.4 e hoje é de 5.4.

O diretor atribui o avanço na qualidade de ensino ao comprometimento da equipe pedagógica em conjunto com o empenho dos professores e dos alunos. “Firmamos parcerias com outras instituições de ensino, como o IFRO, promovemos aulões e outras atividades, inclusive momentos de lazer para os estudantes”, explicou ele, afirmando que “o foco realmente foi o aprendizado do aluno”.

Segundo o diretor, o apoio recebido da Coordenação Regional de Educação de Cacoal e da Seduc também foi decisivo no avanço da qualidade de ensino da escola. Outro ponto positivo destacado pelo diretor foi a participação da família. “Conseguimos aproximar a família da escola, trazer a comunidade para próximo de nós”, explicou.

O diretor afirmou também que o resultado do IDEB foi recebido com muita satisfação por toda a equipe. “Nossa escola deixou de ser vista como uma instituição da periferia que não avançava e conseguiu mostrar o quanto nossos alunos são capazes”, disse.

A partir do próximo ano a Escola Aurélio deverá funcionar em sistema militar, passando a adotar o nome de CTPM IX (Colégio Tiradentes da Polícia Militar- unidade IX).

Por Eli Batista