Durante seu Boletim Diário, a prefeita de Cacoal, Glaucione Rodrigues, trouxe os mais novos números da covid-19 em Cacoal. Ela informou que desde o início da pandemia foram testados positivos para coronavírus 601 pacientes, dos quais 431 já estão curados e o número de óbitos, infelizmente, subiu para 11 até a noite de 21 de julho. Outra informação relevante trazida pela chefe do Poder Executivo é que as UTIs estão praticamente lotadas no município, uma vez que o hospital regional atende casos de toda uma região composta de 32 municípios do Estado. Em relação aos casos específicos de Cacoal há 13 pacientes internados, dos quais 08 estão em enfermaria e 05 se encontram em UTI.

Em busca de alternativa para a questão das UTIs, a prefeita informou que está em contato com as autoridades do Estado e até levou o encaminhamento para que o Hospital Regional possa ser destinado apenas ao tratamento de pacientes contagiados pelo novo coronavírus e o Heuro seja destinado às outras doenças. A prefeita salientou que em razão de o regional ter recebido muitos pacientes com essa doença, seria prudente esse tipo de procedimento para que pacientes com outras doenças não corram tanto riscos de também serem infectados com a doença.

Atendimento a moradores de rua
A prefeita Glaucione Rodrigues informou também durante a apresentação do Boletim que a SEMAST promoveu testes com 27 moradores de ruas e três deles testaram positivo para coronavírus. Dois deles foram para clínica de acolhimento no município e um outro, que foi identificado como morador de Ji-Paraná, foi encaminhado para os familiares naquela cidade.

Com relação aos demais, a SEMAST liberou passagem para 07 que são de outro município para que retornassem às suas cidades de origem e outros 17 estão recebendo apoio médico, aplicação de vacina, atendimento psicossocial, kits de material de higiene etc.

Prevenção com Ivermectina*
Outra ação da prefeitura de Cacoal anunciada pela prefeita Glaucione será a distribuição de ivermectina à população, no sábado e domingo. Ela lembrou que esse medicamento será para pessoas saudáveis e o objetivo é a prevenção. O objetivo de distribuir o medicamento aos fins de semana, segundo ela, é para evitar aglomerações. Em relação a UCI, a prefeita informou que a unidade continua com atendimento exclusivo para sintomas gripais e casos suspeitos de coronavírus. Ela disse, ainda, que é importante aqueles que tiverem quaisquer sintomas da doença, por mais leves que sejam, procurem a UCS. “Alguns pacientes estão protelando e começando tratamento já meio tarde e nós sabemos que quanto mais cedo o tratamento, as chances de cura são maiores.”, concluiu.

*O que há de mais confiável no momento sobre Ivermectina é uma pesquisa publicada por cientistas australianos no periódico Antiviral Research. Ela indica que o composto consegue inibir a replicação do novo coronavírus. Não há, porém, prova científica mais robusta de que o medicamento seja eficiente, mas na guerra contra a doença, qualquer esperança, por mínima que seja, vale a pena ser agarrada.

CONFIRA OS NÚMEROS DE CACOAL EM GRÁFICO