Com 23 mandados de busca e apreensão para cumprir, o Grupo de Atuação Especial para Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público (MP) do Amapá, realizou na manhã desta segunda-feira (24), a operação “Sangria”, em Macapá, Calçoene e Vitória do Jari.

A ação buscou desarticular uma organização criminosa, identificada em investigação do MP, que fraudou e direcionou licitações em Calçoene e Vitória do Jari, para subtrair dinheiro público.

Os mandados foram cumpridos com apoio da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF). O MP informou que vai conceder uma entrevista coletiva às 10h para detalhar as investigações.

Fonte: G1