PMs dizem que jovem jogou objetos na viatura.

 

 

 

 

 

 

 

Por Kleber Tomaz, G1 SP — São Paulo

Vídeo mostra PM usando skate para bater em mãe e filho em SP  Um vídeo mostra o momento que policiais militares invadem uma casa na Zona Norte de São Paulo, encurralam mãe e filho numa escada e um dos agentes usa o skate do rapaz para bater nos dois (veja acima).

A mulher, a vendedora Eliana Malaquias Barbosa, de 45 anos, alega que teve o dedo quebrado por causa do golpe. O rapaz, o tatuador Ataniel Barbosa Alves de Sousa, 24 anos, conta que ficou com o braço inchado.

Os agentes da Polícia Militar (PM) disseram na delegacia que entraram no imóvel depois de verem Ataniel arremessando objetos com outras pessoas nas viaturas. Elas foram chamadas para acabar com um baile funk que bloqueava as ruas da Brasilândia.

Radiografia da mão esquerda da vendedora, que segundo ela teve o dedão quebrado por golpe de skate dado por policial militar — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Radiografia da mão esquerda da vendedora, que segundo ela teve o dedão quebrado por golpe de skate dado por policial militar — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

A filmagem foi encaminhada ao Ministério Público (MP) e à Corregedoria da Polícia Militar. Procurada pelo G1, a Ouvidoria da Polícia cobrou a apuração dos órgãos.

Tanto a Secretaria da Segurança Pública (SSP) quanto a Polícia Militar não se posicionaram sobre o caso até a publicação desta reportagem.

Eliana e Ataniel foram parar na delegacia com os policiais, onde cada um deu sua versão para o que aconteceu. A ocorrência envolvendo mãe e filho foi registrada como “desacato” e “resistência” no 72º Distrito Policial (DP), Vila Penteado.

Ataniel disse que a ação da PM machucou seu braço esquerdo e a cabeça — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Ataniel disse que a ação da PM machucou seu braço esquerdo e a cabeça — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Ataniel foi levado algemado para o DP e também foi solto depois. Ele negou ter jogado paus, pedras e garrafas nas viaturas da PM. Além de ter machucado o braço por causa do golpe de skate, contou ainda ter sofrido lesões na cabeça devido as pancadas com cassetetes.

Mancha de sangue de vítima em cortina na casa invadida por policiais militares na Zona Norte, segundo testemunhas — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Mancha de sangue de vítima em cortina na casa invadida por policiais militares na Zona Norte, segundo testemunhas — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

E que, após a população jogar objetos neles, tiveram de reagir com bombas de efeito moral, balas e borracha e cassetetes para prender os agressores.

Ainda contaram ter visto um agressor se esconder numa casa na Rua Talha-Mar. Esse sujeito era Ataniel, que entrou na casa onde mora com a mãe, Eliana.

Primo de Ataniel diz que levou coronhada de PM na cabeça e também apanhou no rosto — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Primo de Ataniel diz que levou coronhada de PM na cabeça e também apanhou no rosto — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

O primo de Ataniel, um estudante de 17 anos, e mais sete pessoas que estavam na casa também acusam os agentes de agressão. O adolescente conta que um policial deu uma coronhada com a arma na sua testa.