Entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro acontece, pela primeira vez em Macapá, a campanha “Janeiro Branco”, que busca debater as formas de prevenir o adoecimento da saúde mental e emocional no Amapá. A programação terá workshop, oficina e uma caminhada buscando alertar a população da capital para a importância do cuidado com a saúde.

No estado, a campanha apresenta a temática “O Amapá Unido pela Saúde Mental”. As palestras acontecem no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Hospital de Clínicas Dr. Alberto Lima (Hcal). As atividades serão gratuitas, sem a necessidade de realizar inscrição. Os participantes credenciados receberão certificado de 8h.

Segundo Aimara de Freitas, coordenadora municipal de saúde mental, o tema é importante pois lembra que os serviços do Estado e Município precisam estar trabalhando juntos para um melhor atendimento ao usuário.

“Impossível tratar saúde mental somente no Estado ou no Município. São serviços que precisam estar articulados e trabalhando em parceria. Eu não consigo trabalhar o sofrimento mental na atenção básica, por exemplo, se eu não tiver essa parceria fortalecida com uma atenção especializada”, explicou.

As palestras têm o papel de informar à população dos direitos e serviços oferecidos para quem necessita de ajuda, segundo Maria Guerreiro, coordenadora estadual de saúde mental.

“A nossa preocupação é que o estado do Amapá se fortaleça quanto rede para que a população saiba onde procurar os profissionais, para que venha acessar todo o nosso serviço”, frisou a coordenadora.

Atualmente, a coordenadoria estadual de saúde mental estima que mais de 6 mil pessoas utilizem os serviços dos quatro Centros de Atenção Psicossocial (Caps) em funcionamento em Macapá e Santana.

Janeiro Branco

A campanha, que há seis anos acontece no Brasil, será realizada pela primeira vez no Amapá. O objetivo principal é chamar atenção para assuntos relacionados a saúde mental do ser humano e, com isso, instigar reflexões, debates e ações que promovam melhorias nas instituições e aos usuários dos serviços públicos.

“A campanha representa para nós uma reflexão sobre as condições que se encontram o nosso psiquismo. A nossa intenção é chamar atenção para os cuidados nossa saúde emocional”, destacou Maria Guerreiro.

Programação da Campanha “Janeiro Branco”

Data: 31 de janeiro (quinta-feira)
Evento: Workshop “Saúde Mental Integrada”
Local: auditório do Senac

  • 8h – credenciamento
  • 8h30 – apresentação grupo musicoterapia
  • 8h55 – mesa de abertura: campanha Janeiro Branco – o Amapá unido pela saúde mental
  • 9h20 – mesa: justiça – direitos e deveres na saúde mental
  • 10h30 – mesa: serviços assistenciais na saúde mental
  • 11h25 – mesa: saúde mental na atenção primária
  • 12h – intervalo
  • 14h – mesa: atendimento e abordagem ao paciente com crise
  • 14h55 – mesa: atendimento específico em saúde mental
  • 16h35 – mesa: diversidade e igualdade na acessibilidade da saúde mental
  • 17h10 – mesa: saúde mental do trabalhador
  • 18h10 – documento da Rede de Saúde Mental do Estado do Amapá

Público alvo: pacientes e familiares, trabalhadores, colaboradores e apaixonados por saúde mental

Data: 01 de janeiro (sexta-feira)
Evento: Oficina para os trabalhadores da saúde mental
Hora: das 9h às 12h e das 14h às 17h
Local: auditório do Hospital de Clínicas Dr. Alberto Lima (Hcal)
Público alvo: trabalhadores da saúde mental

Data: 2 de fevereiro (sábado)
Evento: Caminhada e blitz mental e emocional
Percurso: saída da Praça Barão do Rio Branco e chegada à Fortaleza de São José de Macapá
Hora: concentração às 15h30 e saída às 16h30
Público alvo: população geral

Fonte: G1